16/11/2017 às 19h57min - Atualizada em 16/11/2017 às 19h57min

Sindicato Rural e segmentos cobram asfalto entre Amambai e Jutí

agazetanews

Trecho da rodovia estadual é considerado de grande importância para o crescimento do setor produtivo

A busca pela pavimentação do trecho da Rodovia MS-289, trecho que liga Amambai a BR-163 no município de Jutí, vem ganhando força entre os segmentos em Amambai e região.

O trecho que tem aproximadamente 80 quilômetros, cerca de 20 deles já pavimentados dentro do projeto de pavimentação da Rodovia MS-180 (Jutí a Iguatemi) é considerado estratégico economicamente, não só para Amambai, mas para toda a região de fronteira, no Cone Sul de Mato Grosso do Sul.

No que diz respeito a Amambai, a citada rodovia estadual corta uma região onde ainda é predominante a pecuária, mas que vem passando por grande expansão da agricultura, sobretudo o cultivo de grão.

Também estão situados às margens da rodovia, que ao longo de seu trajeto não tem pontes, somente aterros, fator que ajuda a baratear a obra, novos assentamentos rurais, onde estão assentadas centenas de agricultores familiares, que poderão ter suas produções e a comercialização de seus produtos otimizados com a chegada do asfalto.

Impulsionados pela viabilidade e a necessidade econômica da pavimentação da rodovia, aliado a um compromisso de campanha do governador do Estado, Reinaldo Azambuja, o Sindicato Rural de Amambai (SRA) em conjunto com diversas outras entidades e representações, entre elas o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) a ACIA (Associação Comercial e Empresarial de Amambai), a Aprosoja/MS, a Coopersa  (Cooperativa Agroindustrial Amambai), o Rotary Clube, a Associação do Loteamento Querência, Associação do Assentamento Sebastião Rosa da Paz, a Associação dos Hortifrutigranjeiros de Amambai e o Lions Clube Amambai Crepúsculo, entre outros segmentos, elaboraram um relatório conjunto destinado ao governador Reinaldo Azambuja detalhando a importância e a necessidade urgente da pavimentação entre Amambai e Jutí.

O relatório foi entregue pelos representantes das entidades ao coordenador político da Casa Civil do Governo do Estado para Amambai e região, Dirceu Luiz Lanzarini, durante uma reunião na sede do SRA.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a eleição para Governador fosse hoje, quem teria o seu voto?

35.8%
8.1%
7.5%
22.0%
11.6%
15.0%