24/10/2017 às 20h47min - Atualizada em 24/10/2017 às 20h47min

Acusado de matar a esposa a pauladas vai a juri popular

agazetanews

Será submetido a júri popular, perante o Tribunal do Júri nesta quarta-feira, 25 de outubro, um homem  acusado de matar a mulher, na época, setembro de 2015, a golpes de pauladas, em Amambai.

Assunção Vargas, que a exemplo da vítima, é indígena, está preso desde a época do crime.

O crime aconteceu na aldeia Amambai, onde o casal residia. Segundo a Polícia Civil, o casal estava em uma festa que acontecia em uma residência no interior da reserva indígena quando, após dar falta do marido, a vítima, Nilda Vilhalva, de 48 anos, teria apanhado uma lanterna e saído para procurá-lo.

De acordo com a polícia, ao encontrar Assunção com outra mulher, o casal teria discutido, entrado em luta corporal e o indígena, armado com um galho de pau, teria desferido um golpe que atingiu a região da cabeça da esposa, que não teria resistido ao ferimento e morreu.

As sessões do Tribunal do Júri, que fica anexo ao edifício do Fórum, em Amambai, tem início sempre às 8h da manhã e são abertas para a sociedade.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

54.6%
6.3%
31.2%
7.9%