28/07/2017 às 10h07min - Atualizada em 28/07/2017 às 10h07min

Morango é retirado da merenda escolar

Isso preocupa os produtores

amambainoticias

Alguns produtores de morango do município de Amambai estão preocupados com o que farão com a safra do fruto, já que desde o fim do semestre passado, a prefeitura municipal cortou o produto do cardápio na merenda escolar, que era para onde iria grande parte da produção.

O corte que abrange não só o morango, mas também verduras como rúcula, chicória, rabanete e abóbora cabotiá, pegou muitos pequenos produtores de surpresa, já que alguns haviam investido em suas propriedades para oferecer mais produtos, como é o caso da agricultora familiar, Geslaine Aparecida Alves,  que aumentou de 14 para 20 canteiros de morango, visando oferecer na merenda escolar.

Diante da situação, Geslaine, assim como os outros produtores do fruto - que na Associação dos Agricultores Familiares de Amambai (Assafam), somam cerca de 10 produtores – buscam alternativas para conseguir vender o produto. Segundo a produtora, quando os produtores de morango souberam do corte, procuraram a administração municipal para juntos encontrarem uma solução para o problema. Vender mais barato foi uma das opções dadas pelos agricultores, porém não pôde ser aceita pela administração, já que o preço do produto, que hoje é de R$ 23,00 o quilo, é baseado nos preços de mercado.

Neste caso, segundo ela, a administração se comprometeu a alugar um espaço para que os agricultores comercializem o morango, mas até agora nada foi feito.

De acordo com o responsável pela aquisição da merenda escolar, Raul Meyr, filho do Chefe de Gabinete do Prefeito, Ronaldo Meyr, o corte de produtos da merenda escolar aconteceu não para conter gastos da prefeitura, e sim, por conta de uma readaptação no cardápio escolar, feito por uma nutricionista.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

O atual prefeito, Dr Bandeira, deve tentar uma vaga de Deputado Estadual nas próximas eleições?

77.9%
22.1%