27/06/2022 às 08h40min - Atualizada em 27/06/2022 às 08h40min

Indígenas aguardam MPF para sepultar Guarani Kaiowá morto em ação da PM

midiamax

Com velório realizado neste domingo (26), o corpo de Vitor Fernandes — Guarani Kaiowá morto durante ação do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul — será sepultado apenas nesta segunda-feira (27). Isto porque os indígenas aguardam apoio do MPF (Ministério Público Federal) para enterrar Vitor no local onde ele foi morto.

A tradição é de que o corpo seja sepultado no local onde ocorreu a morte. A cova já foi até mesmo aberta, porém, os indígenas temem não conseguir seguir o costume e que o sepultamento seja impedido.

"Diante da pressão, a comunidade entendeu que é melhor deixar o sepultamento para segunda. Queremos a presença da PF e do MPF para garantir os direitos da nossa ancestralidade ", relatou uma liderança indígena ouvida pela reportagem do Midiamax. Mais cedo, uma jovem afirmou que o clima estava tenso desde cedo, pois “as polícias estão circulando ainda”.

O clima ainda era de tensão no final da tarde deste domingo (26), segundo liderança que não será identificada por questão de segurança. "Com o clima de tensão que permanece instalado na Reserva, a comunidade decidiu continuar com o velório até a chegada, além disso outros representantes permanecem na área da retomada", explicou à reportagem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »