27/07/2021 às 09h20min - Atualizada em 27/07/2021 às 09h20min

Pedido da Aprosoja/MS pode prevenir fogo em propriedades rurais

O pedido realizado pela Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul, juntamente com a Famasul, ao Governo do Estado de MS, pode contribuir com a prevenção e combate de incêndios em propriedades rurais, principalmente as que se dedicaram ao milho segunda safra, que contam com palhada seca do milho, que representa alto risco para fogo.

O Governo de MS atendeu o pedido e publicou, nesta terça-feira (13), em Diário Oficial, dois decretos que declaram situação de emergência em todo Mato Grosso do Sul, por 180 dias: um deles está relacionado à estiagem e o outro aos incêndios florestais em qualquer tipo de vegetação.

"Com o decreto oficializado o Governo de MS passa a abrir portas para recursos federais, a fim de capacitar e estruturar brigadas de incêndio, de forma preventiva, que poderão prevenir fogo nas propriedades rurais e nas florestas nativas de MS", explica o presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi, que apresentou o pedido ao Governo de MS, após ser procurado por agricultores e representantes de sindicatos rurais do estado.

Em publicação no site do Governo de MS, o poder executivo garante que encaminhará os decretos ao Ministério do Desenvolvimento Regional, com a finalidade do reconhecimento desse estado de emergência. A partir de então, terão a possibilidade de avançar na busca de recursos de curto prazo, para atender emergências, tanto na contratação de brigadistas, de equipamentos de curto prazo necessários para isso, combustível, mais voos de aeronave que serão necessários.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.6%
2.0%
32.9%
8.5%