25/01/2021 às 19h40min - Atualizada em 25/01/2021 às 19h40min

Sistema de controle de vacinação será lançado pelo Governo do Estado para evitar "fura filas"

Em Amambai há questionamentos sobre a vacinação do Prefeito, que é médico, mas não "opera" na linha de frente de combate ao coronavirus.

correiodoestado

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul lançará ainda esta semana o Vacinômetro, ferramenta para auxiliar na transparência das vacinações contra Covid-19 no Estado.

Em fase de teste, o banco de dados disponibilizará informações como o número de vacinados por município e estado, total de vacinas recebidas, aplicação das doses por grupos prioritários. 

Além de livre acesso para todos que queiram acompanhar o plano de imunização sendo executado no Estado.  

A iniciativa visa o controle dos imunizantes enviados para o Estado pelo Governo Federal, para que não haja fraude no processo de imunização da população, evitando os famosos "fura filas". 

O mecanismo de controle estará disponível no Painel Mais Saúde, aonde se encontram outras ferramentas desenvolvidas pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTEC) da Secretária de Estado de Saúde (SES), para o combate da pandemia do novo coronavírus

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a população poderá acompanhar a situação quanto a imunização em cada município e do Estado todo.  

Em fase de testes, o coordenador de Tecnologia da SES, Marcos Espíndola de Freitas, explica que informações encaminhadas por municípios tem sido coletadas para que sistema de informação seja seguro.  

De primeiro momento o sistema vai contar com metas que foram estabelecidas pelo ministério da Saúde e as doses aplicadas pelas cidades, informa Marcos.  

Uma segunda versão está em construção de forma simultânea, que pode entrar em operação até a semana que vem informa o coordenador de tecnologia, que possibilitará acessoa aos dados nacionais dos vacinados.  

Governo do Estado junto ao MP investigam políticos

O prefeito de Nioaque, Valdir Couto de Souza Júnior (PSDB), está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPMS) após ser flagrado em imagens em que ele aparece recebendo a primeira dose da vacina contra a Covid-19. 

Segundo o Plano Nacional de Imunização (PNI), nessa primeira fase são prioritários: profissionais da saúde, idosos acima de 75 anos, acima de 60 que estão em instituições (asilos) e indígenas.  

Em sua alegação, o prefeito que também é dentista, afirmou que faz parte da área da saúde e, por esse motivo, tinha direito ao imunizante nessa primeira fase. 

Além disso, afirmou que está na linha de frente do combate à doença, já que pertence à comissão da Vigilância Sanitária que elabora medidas para o enfrentamento da pandemia.  

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.0%
3.3%
32.3%
8.3%