04/11/2020 às 15h02min - Atualizada em 04/11/2020 às 15h02min

Quem "correu" do debate ?

Em nota distribuída a imprensa pela Organização do debate entre os candidatos a Prefeito que seria realizado na próxima sexta feira, dia 06 de novembro, não ficou bem esclarecido o motivo do seu cancelamento, motivo pelo qual procuramos o Dr. Edson Tavares Calixto, que representou o partido PSL, do candidato Zé Bambil, nas discussões e elaboração do regulamento que seria utilizado e deveria ser respeitado pelos candidatos e suas equipes de assessoria.

De acordo com o advogado, desde o início existiram inúmeras imposições dos representantes da Coligação do atual Prefeito do PSDB, Coligação “Foco, Força e Fé, quanto aos termos apresentados para o debate (cláusulas), assim, os dirigentes da Comissão Organizadora realizaram alguns alterações a pedido desta Coligação e enviaram para análise em data de 29 de outubro de 2020, alterações estas que foram aceitas pelo advogado do PSL em data de 30 de outubro de 2020, conforme e-mail que tivemos acesso.

Ainda segundo o advogado do PSL, os representantes do Candidato do PSDB não aceitaram as condições impostas pela Comissão Organizadora do Debate Eleitoral, insistindo intransigentemente em proibir que determinados assuntos fossem abordados, o que contrariaria toda a lógica de um debate democrático com tratamento isonômico para os dois candidatos.

Para o Dr. Edson Calixto, ficou clara a intenção dos representantes do atual prefeito de colocar dificuldades insuperáveis, com a nítida intenção de inviabilizar o referido debate.

Os representantes da coligação “Foco, Força e Fé, foram procurados por nossa reportagem, para apresentarem sua versão dos fatos, mas não conseguimos contato telefônico.
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

57.0%
1.7%
32.8%
8.5%