17/09/2020 às 11h17min - Atualizada em 17/09/2020 às 11h17min

Polícia Militar homenageia policial transferido para reserva após 28 anos de serviço

Assessoria

Na última terça-feira (15) foi publicado no Diário Oficial a transferência para a Reserva Remunerada do 1º Sargento PM Geraldo da Silva. Na manhã desta quinta-feira (17) o Comando e a Seção Administrativa da 3ª CIPM fizeram um café da manhã de despedida para o referido policial. Após isso o policial militar foi escoltado e entregue a sua família pelo comandante, seus pares e subordinados.

Oriundo do Exército, onde serviu por quase 9 anos no 17º Regimento de Cavalaria Mecanizada de Amambai; Geraldo da Silva ingressou na Polícia Militar de Mato Grosso do Sul em 1992, frequentando o curso de formação de soldado no antigo Centro de Formação de Praças em Campo Grande. Depois de formado atuou na TORA (Tropa Ostensiva e de Repressão Armada). Em 1994 foi transferido para atuar na Policia Militar Rodoviária e, em 2000, começou a servir no 4º Batalhão de Policia Militar de Ponta Porã. Na 3ª CIPM, em Amambai, começou a trabalhar em 2001, onde permaneceu até o dia de hoje.

Nesse tempo como Policial Militar, Geraldo procurou se aperfeiçoar intelectualmente, formou-se em Educação Física em 1999, em 2007 se graduou no Curso Normal Superior pela UEMS, e depois disso concluiu várias especializações em ambas as áreas de formação.

Na instituição, Geraldo da Silva se graduou como Cabo, após passar com mérito numa seleção interna em 2001, e chegou a 3º Sargento em 2005. Hoje, se despede da 3ª CIPM como 1º Sargento, mas será merecidamente promovido a Subtenente na reserva, pois aguarda somente a publicação, finalizando a carreira na mais alta graduação da carreira de praça.

O que significa tudo isso? Significa que o Sargento Geraldo contribuiu sobremaneira para a Segurança Pública do nosso estado, que se adaptou aos tempos, na carreira militar (EB) e depois como policial militar iniciou num período de transição e abertura democrática, foi repressivo, estudou, se aprimorou e tornou-se referência na implantação da filosofia de Polícia Comunitária. Conseguiu juntar o amor pela Educação com a Segurança Pública quando se tornou instrutor do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência em 2003, formando mais de 3.500 crianças da rede municipal de ensino de Amambai ao longo de 15 anos. Foi pioneiro no então Projeto Mulher Segura, hoje programa institucional, que trouxe um atendimento mais qualificado e humanizado no atendimento dos casos de violência contra a mulher.

Por tudo isso, tem o reconhecimento da população, recebeu homenagens públicas e o título de cidadão amambaiense como mérito de seu trabalho. E hoje é transferido para a reserva como um militar que cumpriu sua missão, se adaptou nas adversidades e vai gozar do descanso merecido com a mesma honra que envergou a farda azul petróleo.

Geraldo, filho de Maria, nascido em 25 de dezembro, como ele mesmo gosta de dizer, uma referência profissional, a 3ª CIPM presta essa singela homenagem e lhe deseja muito sucesso nessa nova etapa da vida. Que a reserva seja o início de novos planos e projetos. A PMMS agradece os seus anos de dedicação à nobre missão de servir e proteger. Que Deus abençoe o senhor e sua família!

"Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé". 2 Timóteo 4:7.

ASSECOM 3ª CIPM


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »