06/06/2019 às 06h21min - Atualizada em 06/06/2019 às 06h21min

Contrato entre Câmara Municipal e empresa de informática pula de 4 para 82 mil reais

Assessoria
O vereador do PDT, Geverson Vicentin, na última sessão ordinária do Legislativo, foi impedido de apresentar sua proposição, um requerimento solicitando que a Mesa Diretora da Casa lhe fornecesse cópias dos contratos feitos entre a Câmara e as empresa   QUALLITYS SISTEMAS-EPP, estabelecida em Campo Grande e STAF SISTEMAS LTDA, estabelecida em Nova Andradina, para CONTRATAÇÃO de serviços de locação de softwares para atender as necessidades da Câmara Municipal de Amambai- MS, referente aos anos de 2017 – 2018 e 1019.
O requerimento em questão foi subscrito pelo vereador Maikel Ruiz do PP.

Antes que o documento legislativo fosse apresentado para apreciação do Plenário, a Presidente da Mesa Diretora da Casa, da qual fazem parte os vereadores, Roberto Dias, Carlinhos e Ilzo Victor, a vereadora Janete Córdoba, que dirigia os trabalhos naquela sessão, “impediu” sua leitura argumentando que o mesmo era “impertinente”.

Ao justificar seu pedido, o vereador salientou ter considerado um absurdo o aumento praticado no contrato de 2019, subindo os valores cobrados de R$ 4.157,10, em 2018, para R$ 82.062,00 em 2019, e desejava saber quais os critérios e motivos adotados para justificar tal procedimento.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

54.6%
6.3%
31.2%
7.9%