24/01/2019 às 15h45min - Atualizada em 24/01/2019 às 15h45min

Prefeito organiza manifestação em frente a Energisa

Na próxima segunda-feira (28), a população de Amambai atendendo a um chamado do prefeito municipal, Dr. Bandeira, vai promover uma manifestação cobrando da Energisa, concessionária que monopoliza a distribuição de energia elétrica no município e na região, uma solução para os diversos problemas na prestação de serviço da empresa, que tem gerado revolta nos consumidores.

Elevação no valor das contas, oscilação e constantes faltas de energia tanto na área urbana como rural do município são algumas das reclamações dos amambaienses.

A movimentação em torno do manifesto, que recebe também o apoio da Câmara Municipal, inicia às 8h da manhã na praça Cel. Valêncio de Brum, com a coleta de assinaturas para um abaixo-assinado. A coleta segue até às 17h30, quando em seguida, às 17h45, o comércio amambaiense fecha coletivamente suas portas em apoio ao movimento.

Por fim, às 18h, acontece uma mobilização e um ato de desagravo em frente ao escritório da Energisa em Amambai, localizado na rua Tiradentes, nº 843, Centro. Toda a população é convidada a participar.

A manifestação recebe apoio de vários segmentos e entidades do município como: o Fundo de Previdência dos Servidores Municipais de Amambai (Previbai), União dos Deficientes Físicos de Amambai (Unificam), Sindicato Municipal dos Piscicultores, Sindicato Municipal dos Trabalhadores Rurais, Clube de Laço União Amambaiense, Sindicato Rural de Amambai (SRA), Alto Giro Moto Grupo, American Moto Clube, Moto Clube Amambai, Associação de Trilheiros Tatu Peba, Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted), WF Eventos, 94.5 Amanda FM, Canal 100, Auxiliadora FM, Sindicato dos Servidores Municipais de Amambai (SISEM), Associação Amambaiense dos Militares da Reserva (AAMIR) e Associação Som Automotivo e Rebaixados (ASSAR).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

54.7%
6.0%
31.3%
7.9%