15/01/2019 às 19h01min - Atualizada em 15/01/2019 às 19h01min

3ª CIPM apresenta balanço de suas ações em 2018

Assessoria

O comando da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª CIPM), com sede em Amambai, através de seu Comandante, Ten. Coronel Wesley Freire, apresentou um balanço das ações e apreensões realizadas no âmbito da unidade policial, que além de Amambai é responsável pelo policiamento em Sete Quedas, Tacuru, Coronel Sapucaia e Paranhos, no âmbito de 2018.

Segundo a 3ª CIPM, houve um aumento de 121% na quantidade de solicitações atendidas, de 75% na quantidade de drogas apreendidas, de 47% na quantidade de armas de fogo apreendidas e de 28% na quantidade de mulheres atendidas pelo Programa Mulher Segura, o Promuse, que nasceu em Amambai e hoje é referencia nacional no que diz respeito à atenção e proteção a mulher vítima de violência doméstica.

De 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2018, a 3ª CIPM recebeu 52.024 solicitações de atendimentos por parte da sociedade amambaiense e regional.

Foram realizadas 32 operações policiais, apreendidas 16,9 toneladas de drogas, realizadas 69 prisões de pessoas procuradas pela justiça, vistoriados 9.984 veículos, sendo que 368 deles foram encaminhados ao pátio do Detran por irregularidades diversas, foram abordadas para averiguação 14.077 pessoas, resultando em 832 encaminhamentos para delegacias.

Nesse período também foram realizadas 319 blitze de trânsito, resultando na aplicação de 2.259 notificações por irregularidades diversas, apreendidas 34 armas de fogo e recuperados 44 veículos com queixa de furo ou roubo.

No âmbito do trabalho de policiamento preventivo as equipes da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar realizaram em 2018, 1.310 rondas em patrulhamento escolar.

Dentro do Promuse (Programa Mulher Segura) a 3ª CIPM realizou em 2018, 129 prisões por prática de violência doméstica, garantiu o cumprimento de 248 medidas protetivas expedidas pela justiça, realizou 101 visitas domiciliares a mulheres vítimas de violência e realizou 25 palestras levando aos diferentes segmentos da sociedade orientação e prevenção em relação a violência doméstica.

O Proerd (Programa Educacional de Resistências às Drogas e a Violência) desenvolvidp pela 3ª CIPM instruiu, capacitou e formou 275 alunos e o programa Patrulha Mirim incluiu e prepara para se tornarem melhores cidadãos 40 jovens do município, em Amambai.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

54.7%
6.0%
31.3%
7.9%