13/12/2018 às 19h49min - Atualizada em 13/12/2018 às 19h49min

Amambai ocupa lugar de destaque no ranking de densidade de raios no estado

Dados preliminares do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), indicam que, até o momento, neste ano, 34 pessoas morreram em decorrência de descargas elétricas.
De acordo com o Elat, apenas nesta quinta-feira, foram registrados 62 mil raios para o solo em Mato Grosso do Sul, um valor considerado alto para o estado no período de 24 horas. Com 4,2 raios por quilômetro quadrado por ano, o MS ocupa o 14º lugar no ranking de densidade de raios por estado no país.
Em Rio Brilhante, foram registrados mil raios para o solo nesta quinta-feira, um número também elevado para ocorrer em um dia. O município recebe cinco raios por quilômetro quadrado por ano e está em 34º lugar no ranking de municípios com maior densidade de raios do MS.
Já em Amambaí, o Elat verificou a incidência de 700 raios para o solo nesta quinta-feira. A cidade onde Bruna vivia recebe 5,7 raios por quilômetro quadrado por ano e está em 19º lugar no ranking do estado.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.6%
2.0%
32.9%
8.5%