11/10/2018 às 15h56min - Atualizada em 11/10/2018 às 15h56min

Amambai decreta emergência por causa das chuvas

Precipitação pluviométrica de 300 milímetros em três dias destruiu estradas, aterros, cabeceiras de pontes e ruas não pavimentadas na cidade, diz Defesa Civil.

agazetanews/vilson nascimento

Após levantamentos de danos provocados pela chuva dos últimos dias realizados in loco pela Secretaria Municipal de Obras em conjunto com a coordenadoria local da Defesa Civil, a prefeitura decidiu por decretar situação de emergência, em Amambai.

Segundo a Defesa Civil local, que tem a frente da coordenação o subtenente do Corpo de Bombeiros Wilson Vicente Ferreira, da madrugada da segunda-feira (8) até a manhã dessa quinta-feira, dia 11 de outubro, Amambai registrou densidade pluviométrica média de 300 milímetros, número este que variou para pouco mais ou pouco menos de acordo com a região do município.

De acordo com a Secretaria de Obras, o grande volume de chuva danificou estradas rurais em toda a extensão do município e destruiu aterros e cabeceiras de pontes em diversas localidades, impedindo a passagem de veículos, entre eles de carga e maquinários em pleno período de plantio de safra e inclusive impedindo a passagens dos ônibus que realizam o transporte escolar rural, trazendo alunos dos sítios e das fazendas para estudar na cidade e vice e versa.

Na região do Assentamento Sebastião Rosa da Paz, situado na divisa entre Amambai e Jutí, a queda da cabeceira de uma ponte (ver vídeo abaixo) isolou parcialmente o acesso a aquela comunidade rural.

Na região das fazendas, Canguru e Santa Terezinha a destruição total de um aterro interditou uma importante rota agropecuária e também passagem de ônibus escolar.

De acordo com a Defesa Civil, além da zona rural, o grande volume de chuva também provocou danos em diversos pontos da cidade, em Amambai.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a eleição para Governador fosse hoje, quem teria o seu voto?

35.8%
8.1%
7.5%
22.0%
11.6%
15.0%