02/08/2018 às 17h04min - Atualizada em 02/08/2018 às 17h04min

Jovem pode ter sido vítima de overdose

amambainoticias

A Polícia Civil vai instaurar procedimento para apurar a morte de uma estudante de 18 anos, ocorrida na manhã dessa quinta-feira, 2 de agosto, em Amambai.

Por volta das 9h50  a equipe plantonista do Corpo de Bombeiros foi acionada para atender uma jovem em suposto estado de coma alcoólico.

Ao chegarem ao local , os militares encontraram Naiara Lopes Pacheco, de 18 anos, já sem os sinais vitais e com os órgãos periféricos, como pés e mãos, já gelados.

De acordo ocorrência policial, ao perceberem que a situação da moça não coincidia com as informações passadas no início da ocorrência, apertaram o irmão da vítima que acabou confessando que ele e a irmã haviam feito uso de cocaína.

Os bombeiros realizaram os procedimentos de reanimação no local e no trajeto até o Hospital Regional de Amambai, mas não obtiveram êxito.

Naiara já chegou ao hospital sem vida.

Segundo o boletim de ocorrência, as suspeitas são que a estudante tenha sido vítima de overdose.

O corpo da jovem foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã para ser submetida a exame necroscópico e um laudo com a causa a morte deve sair em alguns dias, segundo a polícia.

Naiara era filha do diretor e proprietário do jornal Correio da Fronteira, Jorge Pacheco e da professora na escola estadual Felipe de Brum, Aline Pacheco.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.4%
3.3%
32.1%
8.2%