04/07/2018 às 05h46min - Atualizada em 04/07/2018 às 05h46min

Amambai tem imunização abaixo do recomendado contra paralisia infantil

A recomendação internacional para o controle da doença é de que pelo menos 95% das crianças sejam vacinadas. Atualmente a média nacional de cobertura é de 77%.
Cinco cidades de Mato Grosso do Sul estão entre os 312 municípios do país que estão com baixa cobertura para a vacina contra a paralisia infantil. Ou seja, que não vacinaram nem metade das crianças menores de um ano, contra a doença.
No ranking, Ivinhema aparece na 7ª posição com apenas 3,19% de crianças vacinadas. Seguida de Japorã (11,41%); Amambai (40,55%); Ladário (42,4%) e Miranda (45,83%). Ambas as cidades, estão abaixo da recomendação internacional para o controle da doença que é de que pelo menos 95% das crianças sejam vacinadas. Atualmente a média nacional de cobertura é de 77%.
Dado que motivou alerta publicado nesta terça-feira (3), pelo Ministério da Saúde
Desde 1989 não há casos de paralisia infantil no Brasil, ressalta o governo. O último registro do vírus ocorreu em Souza, na Paraíba. O alerta tem como objetivo de evitar um possível retorno da doença. 
Segundo o Ministério da Saúde, cidades com baixa cobertura vacinal devem considerar a reorganização de suas redes, com a possibilidade de readequação de horários mais compatíveis com a rotina da população brasileira.
A pasta também orienta o reforço das parcerias com as creches e escolas, "ambientes que potencializam a mobilização sobre a vacina por envolver também o núcleo familiar", segundo nota do ministério. O governo também deve organizar campanhas de divulgação nacionais e exorta estados e municípios a manter sistemas de informação devidamente atualizados.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

54.6%
6.3%
31.2%
7.9%