16/06/2017 às 11h38min - Atualizada em 16/06/2017 às 11h38min

O que é ser Cristão?

“E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja e ensinaram muita gente. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos” (Atos 11.26).

Ser cristão está na moda. Qualquer pessoa se intitula cristão! Cristão evangélico, cristão católico e por aí vai. Mas, o que é ser cristão? Será que por dizer que crê em Cristo, ser batizado em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, frequentar uma igreja, participar de reuniões, comer do pão e beber do cálice na celebração da Santa Ceia é suficiente para fazer da pessoa um cristão? Será que somente cumprindo essas regras ou rituais religiosos torna uma pessoa cristã? Essa é a pergunta: O que é ser cristão?
 
No versículo acima, lemos que os discípulos de Jesus foram chamados cristãos. O que nos leva a crer que, todo cristão, torna-se um discípulo de Cristo! Os discípulos de Jesus não se intitulavam evangélicos nem católicos, nem outra denominação; nem tampouco se preocupava com isso! Como cristão, sabiam da sua missão: viver e morrer para Cristo! O apóstolo Paulo definiu sua fé assim: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho” (Fp 1.21). Paulo desejava morrer carnalmente para estar com Cristo, mas sabia que precisava ficar na carne para ajudar os outros: “Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne” (Fp 1.23,24).
 
O apóstolo João, nos dá uma lição de como ser um cristão: “Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou” (1 João 2.6). O apóstolo Pedro diz que um cristão não deve se envergonhar por padecer; antes, dar graças a Deus: “Mas, se padece como cristão, não se envergonhe; antes, glorifique a Deus nesta parte” (1Pe 4.16). O apóstolo Paulo, aconselha a todos os crentes em Cristo, que sigam o seu exemplo de vida com Cristo: “Sede meus imitadores, como também eu, de Cristo” (1Co 11.1).
 
Todos os discípulos de Jesus foram perseguidos, odiados, maltratados e mortos tragicamente! Uns decapitados, outros apedrejados, outros queimados, outros crucificados. O único que morreu de morte natural foi João. Mesmo assim, foi colocado num caldeirão de óleo fervendo e escapou milagrosamente. Foi levado para a ilha de Patmos, onde padeceu muito e morreu. E naquele lugar, teve a visão de apocalipse. Conclusão: Ser cristão é crer com a fé de Noé, de Abraão, de Isaque, de Jacó, de José, de Moisés, de Elias, de Eliseu, Samuel, Daniel, Jeremias, Josué e tantos outros mais! Ser cristão na igreja de Cristo é padecer e morrer por Cristo e em Cristo: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12.14).
Link
Leia Também »
Comentários »