16/06/2017 às 11h37min - Atualizada em 16/06/2017 às 11h37min

A religião que agrada a Deus

“Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas” (Isaías 1.17).

Que tipo de religião agrada a Deus? A que pratica justiça, misericórdia, amor; e não se corrompe com as contaminações do mundo: “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo” (Tiago 1.27).
 
O maior exemplo vem de Jesus Cristo: Nasceu pobre, sem nenhum conforto ou mordomias; cresceu humildemente na carpintaria do seu pai (tutor José, e mãe Maria). Não possuía riquezas terrenas, não pedia dinheiro, não se ocupava com coisas materiais perecíveis; não se contaminou com as corrupções do mundo, mesmo comendo e bebendo com pecadores; mesmo visitando prostíbulos para pregar o seu evangelho. Compadecia-se dos pobres, dos necessitados e injustiçados. Repreendia religiosos hipócritas, avarentos, injustos; exortava os pecadores e os chamava ao arrependimento.
 
As raposas tinham covis, as aves tinham seus ninhos, mas o Filho do Homem (Jesus), não tinha onde reclinar a cabeça. Se Jesus quisesse, Deus daria o mundo ao seu Filho, mas não era essa a finalidade da sua vinda. O objetivo da vinda de Jesus foi perdoar pecados, libertar os oprimidos pelo diabo; trazer o Reino de Deus aos homens, o perdão e a salvação! Quando da sua segunda vinda, que não tem data revelada, Jesus virá repentinamente, levar consigo os que morreram em Cristo e os que vivem em Cristo, cumprindo a sua promessa a todos que creram no seu nome e confiaram nEle.
 
Jesus não incentivou ninguém a acumular riquezas na terra, mas investir na eternidade: “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam. Mas juntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam, nem roubam” (Mt 6.19,20). E Jesus ensinou como ajuntar riquezas no céu: “E, quando Jesus ouviu isso, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa: vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me” (Lc 18.22). Também alertou sobre o perigo da avareza, que é idolatria: “E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui” (Lc 12.15 ).
 
Disse Jesus: “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando” (João 15.12-14).
Link
Leia Também »
Comentários »