24/04/2017 às 16h29min - Atualizada em 24/04/2017 às 16h29min

Todos chafurdam na mesma lama

: Mas só eu? E os outros?

Todos chafurdam na mesma lama

Nos anos 80, o simpático macaco Sócrates aparecia no programa humorístico Planeta dos Homens, indagando ao ser enjaulado: Mas só eu? E os outros? Ou: Não precisa explicar, eu só queria entender. Pena que o filósofo símio não esteja hoje mais em ação para se admirar perplexo com decisões que punem corruptos, mas largam na estrada corruptores.

O esquema que rola no país obedece a um mesmo modus operandi: pavimentação, drenagem e construção de pontes estão entre as melhores e mais lucrativas emendas parlamentares. De cada 30 reais destinados a uma obra, calcula-se que três reais são rateados entre os entes queridos. Sem choro nem vela. Trata-se do velho e conhecido propinoduto que sai pelos ralos de órgãos públicos e poderes.

Com exceção de alguns peixes grandes, outros tantos, porém, estão aí, soltos, impunes, usufruindo da mesada mensal que abarrotou suas contas bancárias. Daí, o bordão do macaco Sócrates: Só eu, e os outros? Acreditamos nós que lamentavelmente, ninguém jamais tocou nessa ferida, para desenrolar o emaranhado de ligações espúrias entre poderes (dês) constituídos. Nem mesma a douta Câmara dos Deputados, citada aos quatro ventos, aventou a possibilidade de levar o caso adiante, mesmo tendo parlamentares metidos até o pescoço nas denuncias. Conveniências, conveniências...

No espocar do propinoduto, soube-se do quinhão de ouro que cabia a cada um no augusto plenário. Mais: denunciou-se o Estado, o Judiciário e o Ministério Público. Alguém pagou a conta? Há seis anos, a Transparência Internacional apontava o Brasil e China juntos, com a pontuação de 3,3, em lista na qual o Haiti, com pontuação 1,8 era o país mais corrupto do mundo, e Finlândia, Islândia e Nova Zelândia, com 9,6, os menos. Esses estudos indicavam que os mais corruptos são os de maior desigualdade social, os mais pobres e os menos democráticos. Qual a razão de tantos corruptores não terem sido presos ainda?

O combate à corrupção será uma das principais frentes de batalha neste século. Já que os poderes sentaram em cima do ilícito, aí está uma boa causa para os jovens voltarem, às ruas, exigindo punição para desmascarar beneficiados pela ilha da fantasia.
 
Link
Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

53.8%
7.3%
30.6%
8.3%