29/03/2017 às 09h38min - Atualizada em 29/03/2017 às 09h38min

A Igreja de ontem e a Igreja de hoje

“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também” (João 13.15).

A vontade de Deus é que os irmãos vivam em união; que vivam para servir e não para serem servidos! Os discípulos de Jesus tem o dever de servir uns aos outros, seguindo o exemplo do Mestre: “Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros” (João 13.14). Já dizia o salmista Davi: “Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” (Salmo 133.1).
 
Estudando a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, observamos como mudou a maneira de viver entre os irmãos em Cristo. Na igreja primitiva, os cristãos não se consideravam donos de nada! Quem tinha bens materiais, repartia com quem não tinha: “E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns” (Atos 4.32).
 
Cada um que se convertia, vendia suas propriedades e levava o valor da venda aos apóstolos, que repartiam entre os irmãos necessitados; assim, ninguém passava necessidade e viviam em igualdade: “Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade” (Atos 2.45). “Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha” (Atos 4.34,35).
 
Os discípulos faziam coletas de ofertas espontâneas nas igrejas; ofertas voluntárias, conforme o que cada um sentia no seu coração; sem estipular valores e sem forçar ninguém a ofertar. E, as ofertas coletadas tinham a finalidade de socorrer os irmãos carentes de outras igrejas, noutros lugares: “E os discípulos determinavam mandar, cada um conforme o que pudesse, socorro aos irmãos que habitavam na Judeia” (Atos 11.29). “Mas, agora, vou a Jerusalém para ministrar aos santos. Porque pareceu bem à Macedônia e à Acaia fazerem uma coleta para os pobres dentre os santos que estão em Jerusalém” (Romanos 15.25,26). “Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia” (1Co 16.1).
 
Assim era a vida dos primeiros discípulos e da igreja primitiva. Os discípulos coletavam para os crentes carentes; os cristãos ricos ajudavam os cristãos pobres. A Bíblia de antes é a mesma de hoje, mas a igreja de ontem não é a mesma de agora. Por que será?
Link
Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.6%
2.0%
32.9%
8.5%