29/09/2021 às 08h34min - Atualizada em 29/09/2021 às 08h34min

De olho na TV. Ligado no Rádio

DEU NA FOLHA – “TV Record ganhou a disputa pelos direitos de transmissão do Campeonato Paulista 2022. Comprou pacote de 16 partidas na TV aberta do citado ano”. Emissora venceu propostas apresentadas pela rede Globo, SBT e Band. Edir Macedo mira outros rendosos segmentos. Seja onde for.

CAIXA BAIXO - Tradicional vitrina do Paulistão, a Globo perdeu outros evento relevantes como a Libertadores e Copa América. Dona dos direitos até essa temporada, a emissora carioca desembolsava R$ 225 milhões para ter exclusividade em todas as mídias. (TV aberta, paga e paper view).

BYE BYE – Mais um pontapé na bunda de Alexandre Garcia. Honesto com seus princípios de jornalista oficioso do governo Bolsonaro, defendeu os ‘benefícios’ do tratamento com cloroquina e companhia, na telinha da CNN. A emissora –que diz não compactuar com essa ideia- demitiu o comentarista na sexta feira passada.

QUEM SOU EU – Em resposta à demissão, Garcia respondeu com a arrogância que o caracteriza. Informou, através de espaço no youtube, ter registrado mais de 200 mil novos seguidores no seu canal.

A QUEM INTERESSAR POSSA – Ainda sobre Garcia: por R$ 500,00 mensais ele aceita enviar boletins diários para rádios espalhados pelo Brasil

FALANDO NISSO – No mês de nascimento de Edgard Roquette-Pinto (Foto), fundador da primeira emissora de rádio brasileira, o aparelhinho das ondas hertzianas desmente antigas afirmações. Chegaram a afirmar que “com o advento do cinema, o rádio vai morrer...; Com a chegada da televisão, desta vez o rádio morre...”.

AMÁVEIS OUVINTES – Nem a internet conseguiu corroborar aquelas afirmações. Pesquisa Kontar/Ibope –sobre consumo de rádio por brasileiros- pelo menos 80% de brasileiros das 13 maiores regiões metropolitanas do país ouvem rádio todos os dias.

NA RUA, NA CHUVA, NA FAZENDA OU NA CASINHA DE SAPE – O vício de ouvir rádio já tem mais de um século de vida. E ele se faz presente em casa, no carro, no caminho do trabalho e nas tarefas no aconchego do lar. Desculpem contadores do apocalipse.

NA VICE – Na região Centro-Oeste a mania de ouvir rádio (quatro horas e 26 minutos diárias) é de 80% da população. A região só perde para o sul do Brasil que detém a marca de 85% de consumidores do aparelhinho, que mais parece um ente das famílias brasileiras. Simples assim.
Link
Reinaldo Rosa

Reinaldo Rosa

Jornalista

Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

56.2%
3.3%
32.2%
8.2%