30/01/2020 às 15h58min - Atualizada em 30/01/2020 às 15h58min

Não ficará pedra sobre pedra

“Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada” (Mt 24.2).

Os discípulos se admiravam com a beleza do templo em Jerusalém; Jesus, no entanto, previu a sua total destruição: “E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo. Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada” (Mt 24.1,2). A Palavra de Jesus se cumpriu no ano 70 d.C.
 
A destruição do segundo templo em Jerusalém é só uma parte da profecia de Daniel, aproximadamente 536 a.C., recordando eventos que aconteceram entre 605 e 536 a.C. Diz a profecia: “E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será como uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações” (Dn 9.26). Note a sequencia da profecia: “Até ao fim haverá guerra; assolações”.
 
O Messias (Jesus) foi rejeitado e morto pelo seu próprio povo. Foi tirado da terra e levado para o céu, onde se encontra à destra de Deus (1ªPe 3.22). No ano 70 d.C., o exército Romano liderado pelo general (Tito), invadiu Jerusalém, matou um milhão de judeus e destruiu o templo. A profecia diz que “o povo do príncipe que há de vir” destruiria a cidade e o santuário; o povo que destruiu tudo foi de Roma; o “povo” seria de um príncipe que haveria de vir; esse príncipe do mal ainda não veio. Portanto, o restante dessa profecia, ainda não se cumpriu, aguarda o tempo de Deus!
 
O templo dos judeus deverá ser construído pela terceira vez, pois, a profecia diz que esse príncipe que há de vir, se assentará como Deus no templo de Deus, e isso, ainda não aconteceu: “O qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.4); “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo” (Dn 7.25). Veja Mateus 24.15.
 
No fim dos tempos o mundo será todo destruído! Templos bonitos, prédios luxuosos, tudo será derretido com fogo no Dia do Juízo, Dia do Senhor: “Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo e da perdição dos homens ímpios”; “Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão” (2ªPe 3.7,10). Ímpios, são aqueles que não teem fé em Deus, que não respeitam a religião, rejeitam a salvação em Cristo; que são cruéis, impiedosos, praticam maldades, sem temor a Deus!
Link
Relacionadas »
Comentários »

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia de Covid-19?

53.8%
7.3%
30.6%
8.3%