23/04/2018 às 13h55min - Atualizada em 23/04/2018 às 13h55min

Pimenta do Reino XXI

...continua tudo como dantes no quartel de Abrantes...sem novidades...

Alguns vereadores, ávidos por buscar recursos, continuam viajando, e muito.  Fofoqueiros políticos de plantão dizem que as viagens tem sempre um único objetivo: captar recursos.
Toda semana, estes vereadores estão viajando e retirando diárias de 3 dias, ou seja R$ 1.800,00 por semana – multiplicado por 4, perfaz o total de R$ 7.200,00 – valor superior ao salário.

Em tempo, o Portal da Transperência do Legislativo Municipal não está "funcionando" o que impossibilita o cidadão de ter acesso a dados como os citados acima. 

Os ânimos continuam exaltados entre os nobres componentes do nosso legislativo. Há um clima de revanchismo pessoal em todas as atitudes tomadas, sem contar a avidez por buscar recursos, o que acaba gerando um mal estar constante.  Alguns mal se cumprimentam.

Continua suspenso o pagamento do 13 salário aos vereadores, de acordo com decisão judicial, fato que gerou sérios transtornos financeiros a alguns deles que não recebem integralmente seus vencimentos normais. Alguns estão realmente em situação complicada sendo cobrados e achincalhados no próprio recinto de trabalho durante sessão legislativa.

Uma leitura rápida do Diário Oficial do Município de Amambai é suficiente para se verificar que as nomeações para os mais variados cargos ainda acontecem a rodo. Para se ter ideia, no Centro Administrativo, funcionários continuam batendo cabeça um no outro e tentando descobrir o que fazer. São três secretarias – Governo, Gestão e Gabinete – que acolhem vários diretores, assessores, motorista e até um ouvidor geral, que por não ter o que fazer, acabou demitido no início do ano (novidade).  
Continua valendo o slogan, de cuidar bem da sua gente.

E por falar nisso, o ouvidor demitido ficou “uma arara” com o Prefeito. Para ele, faltou consideração, pois ao ser admitido, foi convocado no gabinete, ao ser demitido, foi comunicado por terceiros.

Continua chamando a atenção como as famílias vão se encastelando no poder durante a gestão do “doutor”. Vários secretários conseguiram emplacar seus rebentos na administração.

A nova administração, no melhor estilo André Puccinelli e Nelsinho Trad de quando governaram Campo Grande, resolveu numerar as “obras” que está lançando. Dizem que tem mais placa do que obra !

Curiosidade
A expressão “Pedro Placa” surgiu durante o último governo de Pedro Pedrossian - 91/95 – em que bastava colocar uma agulha em qualquer serviço público que vinha acompanhado de uma vistosa placa.

Em Amambai, além de numerá-las, inspirados em outro ex-governador, André Puccinelli, os atuais administradores colocam placa até em patrolagem de estradas vicinais.
Até o final da administração um determinado prestador de serviços desta natureza, terá muito o que comemorar.

Ainda não foi, mas continua dizendo que agora vai.
A Secretaria de Habitação e da Cidade, comandada por David Nicoline, continua prometendo projetos habitacionais para o município. Quem viver verá !
Link
Relacionadas »
Comentários »

O atual prefeito, Dr Bandeira, deve tentar uma vaga de Deputado Estadual nas próximas eleições?

77.9%
22.1%